12/07/2017

Pastor doa rim a membro de sua congregação que precisava de transplante: “Honrei a Deus”

O conceito de irmandade ganhou um significado mais profundo para um pastor e um irmão na fé que agora compartilham uma história de companheirismo e solidariedade, após o primeiro doar um de seus rins para o segundo.
O pastor Basilio Montez, dirigente da Igreja Batista Terra Santa, em Cameron, Texas (EUA), decidiu doar um rim ao membro da congregação chamado Jesus Cerecerez, depois de orar a Deus e perguntar o que mais ele poderia fazer para ajudá-lo.
De acordo com informações da emissora First Coast News, a doença renal que Cerecerez enfrentava vinha consumindo anos de tratamento, e só poderia ser superada através de transplante.
Ao decidir fazer a doação, o pastor foi submetido ao teste de compatibilidade e com o resultado positivo, a cirurgia foi agendada e realizada. Semanas depois, quando estava no processo de recuperação, Cerecerez diz que ouviu um som de triunfo enquanto orava, e ele tomou isso como sinal de que o procedimento havia sido bem-sucedido.
Como parte da recuperação, o transplantado precisou passar por alguns procedimentos de pareamento, para que a adaptação do órgão ao corpo ocorresse de forma mais assertiva. 
O pastor Basilio Montez, dirigente da Igreja Batista Terra Santa, em Cameron, Texas (EUA), decidiu doar um rim ao membro da congregação chamado Jesus Cerecerez, depois de orar a Deus e perguntar o que mais ele poderia fazer para ajudá-lo.
De acordo com informações da emissora First Coast News, a doença renal que Cerecerez enfrentava vinha consumindo anos de tratamento, e só poderia ser superada através de transplante.
Ao decidir fazer a doação, o pastor foi submetido ao teste de compatibilidade e com o resultado positivo, a cirurgia foi agendada e realizada. Semanas depois, quando estava no processo de recuperação, Cerecerez diz que ouviu um som de triunfo enquanto orava, e ele tomou isso como sinal de que o procedimento havia sido bem-sucedido.
Como parte da recuperação, o transplantado precisou passar por alguns procedimentos de pareamento, para que a adaptação do órgão ao corpo ocorresse de forma mais assertiva. “Eu voltei a vida e não posso esperar para ver o que mais Deus tem para mim”, disse Cerecerez.
Já o pastor Montez diz que se sente privilegiado por ter um capítulo de sua vida – que foi dedicada à pregação, oração e orientação – marcado por um gesto intenso de doação: “Louvamos a Deus por tudo o que Ele tem feito. Pela cura que Ele tem nos dado e sempre por causa de sua honra e glória”, afirmou.
Convicto de que o testemunho inspirará milhares de pessoas ao redor do mundo, o pastor diz que faria tudo de novo se fosse possível, pois foi direcionado por Deus. Enquanto isso, Cerecerez se prepara para aos poucos retornar ao trabalho e tocar a vida em frente. Com informações noticias gospel

11/07/2017

Empresária abandona carreira de sucesso para se envolver em missões

Uma mulher de negócios bem sucedida que ocupou altos cargos em algumas das 500 maiores empresas do mundo diz que está deixando todo seu sucesso financeiro e segurança para ajudar a levar o Evangelho a povos não alcançados.
"Muitos acabam tendo conhecimento sobre a salvação em Cristo através da Sua Palavra, ao conseguirem por as mãos em Sua Palavra", disse Ana Mims ao Christian Post, em uma entrevista via Skype na última quarta-feira (5).
Mims, que vive com sua filha de 11 anos em Cingapura, disse que ela está seguindo o chamado de Deus, apesar dos medos e reservas iniciais em assumir este ministério junto a outros tradutores da Bíblia, ligados à organização 'Wycliffe', dos Estados Unidos.
"É uma daquelas coisas na vida onde elas escolhem você, e não você que as escolhe. Na verdade, eu não escolhi a Wycliffe, acho que o Senhor fez isso por mim", acrescentou.
Nascida em Havana (Cuba), Mims e sua família migram para os Estados Unidos como refugiados em um dos 'Voos da Liberdade de Cuba' e teve que romper as barreiras linguísticas para aprender inglês. Embora tenha sido criada como católica romana, ela disse que quando tinha 18 anos de idade, entregou sua vida a Jesus e se tornou evangélica. Ela contou que já naquele tempo, estava interessada em se dedicar integralmente ao ministério, mas sentiu que Deus estava dizendo que aquele não era o momento certo.
Então, Mims iniciou uma carreira profissional de 28 anos e se tornou uma profissional sucedida, especialista em legislação, diretoria de relações e operações governamentais, vice-presidente de comunicações e em diversas empresas de toda a Europa, América Latina, Ásia e EUA.
O Chamado
Certa noite, ela estava lendo informações sobre aconselhamento para mulheres e crianças que sofreram diversos tipos de traumas em países devastados pela guerra e acabou conhecendo a 'Wycliffe Bible Translators', uma organização que ajuda as pessoas a traduzirem a Bíblia para suas próprias línguas nativas.
"Eu sempre procurei saber como poderia me envolver em missões ou servir alguns grupos que são menos privilegiados de alguma maneira ao redor do mundo. É algo que sempre esteve no meu coração, desde que me converti", disse ela.
Apesar de sentir que ela não era a exatamente a pessoa certa para este trabalho por não ser muito ativa em sua igreja, ela deixou seus contatos com a Wycliffe, que iniciou uma longa conversa com a empresária sobre a possibilidade dela contribuir com a missão de alguma forma.
Mims pensou bastante se a possibilidade de se unir à 'Wycliffe' seria uma decisão certa para ela, já que ela ainda tinha sua filha para sustentar. Mas então, ela disse que sentiu o chamado de Deus e não podia mais dizer não a este.
"De repente, houve essa mudança dentro de mim que dizia 'Ana, você tem que se envolver nisso. Agora é um momento diferente", contou. "Muito me surpreendeu que o que sempre foi 'Não, isso não é para você agora', de repente se tornou 'Agora é a hora".
Mims, que irá trabalhar como diretora sênior de comunicações corporativas para uma das organizações irmãs da 'Wycliffe', observou que ela está deixando um estilo de vida corporativo altamente remunerado, juntamente com o conforto material e a segurança financeira para ela e sua filha.
"Eu vivo em um dos países com maior renda per capita e mais ricos do mundo. Estou cercada por muita riqueza. Eu morava em um prédio com um elevador privado que levava diretamente ao meu apartamento", disse ela sobre a vida em Singapura, acrescentando que um de seus hobbies costumava ser dirigir seus Porsches.
"Fui abençoada com muito sucesso e, obviamente, com esse sucesso veio uma grande remuneração. E, portanto, ir de um lugar onde você está acostumado a ganhar bons salários para outro onde você não recebe nenhum salário é algo bastante diferente. Mas foi assim mesmo que o Senhor enviou os seus discípulos", disse ela.
Mims também compartilhou com o Christian Post que ela chegou a questionar Deus sobre alguns pontos desta nova fase de sua vida.
"[Eu disse:] Espere um minuto, Senhor, eu sou uma mãe solteira, estou criando uma criança de 11 anos, e se até então não foi o momento certo para isso, por que você me chamou agora?", contou.
Ela observou que servir no ministério em tempo integral era algo muito novo para ela.
"Como eu vou viver assim pelo resto da minha vida? Como vou sobreviver desse jeito? Como é que meu estilo de vida vai ficar?", ela se perguntou.
Mims disse que sabia em seu coração que ela estava indo na direção certa, justamente por ter sentido que era aquilo que Deus queria dela.
"Um Deus que sempre foi fiel, que o providenciou tudo de muitas maneiras - quando você tem história com alguém leal e fiel a você, você sabe que pode contar com Ele", destacou.
"Eu pude ouvir o Senhor dizendo: 'Você confia em mim que vou fornecer o que você precisa, o que sua filha precisa, que eu vou permanecer com você exatamente onde você está?", contou.
Conduzida por Deus
Olhando para a vida empresarial bem sucedida, Mims reconheceu que foi Deus quem a levou até lá.
"Quando estamos sentados nesses lugares altos, é fácil para o nosso orgulho nos dizer: 'Sou eu... eu sou tão boa, sou tão inteligente', mas é justamente o Senhor quem abre as portas, o Senhor é quem nos habilita, é Ele quem nos leva a esses lugares", afirmou ela.
Ela explicou que ainda tem dias de dúvida, mas é exatamente nesses momentos que sua fé se levanta ainda mais.
"O Senhor é bom porque Ele não me conduziu até aqui para me fazer falhar. Eu me encorajo na Palavra de Deus, que me diz quem Ele é, e no testemunho que Ele me deu, sendo fiel de várias maneiras. Que Sua vontade Continue sendo assim", contou.
"Minha experiência foi um ato de minha vida para o Senhor, foi uma conversão completa", continuou Mims. "Eu não vejo minha vida como sendo só minha. Tenho desejos, necessidades, mas sempre apresento tudo isso ao Senhor".
Ela lembrou-se de se assentar em treinamento na 'Wycliffe' com pessoas que estiveram no ministério no campo fazendo a tradução da Bíblia e ouvir suas histórias impactantes sobre como conseguiram mudar as vida de muitas pessoas. Foi quando ela percebeu a importância de estar em um papel de apoio desses projetos.
"Todo o mandato que temos como cristãos é ir por todo o mundo e espalhar as Boas Novas. Só pela sensação de saber que o trabalho que eu vou me envolver permitirá que o Evangelho vá para lugares onde ainda não chegou é o que me inspira", disse ela.
"Todos esses anos que eu passei no mundo corporativo, aprendendo meu ofício e aprendendo todas aquelas coisas que o Senhor precisava que eu fizesse, agora vão servir para que eu possa entrar no ministério, eu acho que isso é simplesmente fantástico", disse ela.

Com informações CPAD

Aldeias do México estão recebendo a Bíblia pela primeira vez

Uma equipe formada por missionários cristãos está se preparando para levar a Bíblia Sagrada traduzida para o idioma de aldeias remotas, localizadas no sul do México. Muitas dessas pessoas estão tendo acesso às Escrituras pela primeira vez em suas vidas.
“A equipe missionária levantou fundos para comprar Bíblias em áudio e, em seguida, foram conosco para as aldeias onde temos colocado as Bíblias em áudio nas mãos dos moradores locais”, disse Jim Loker, diretor do Ministério Escrituras em Áudio para a América Latina.
“Temos visto muitas igrejas dos Estados Unidos, que se envolveram nas viagens missionárias, se sentindo muito abençoadas por verem as pessoas ouvindo a Palavra de Deus pela primeira vez em sua língua, depois de esperarem as Escrituras serem traduzidas”, acrescenta Loker.
Embora exista a barreira da língua, Loker explica que as equipes missionárias sempre descobrem algo em comum com as comunidades mexicanas.
“As pessoas que vêm com a gente nas viagens sabem que as necessidades que o povo mexicano têm são muito parecidas com as necessidades que eles têm — necessidades espirituais, físicas, de saúde e problemas familiares”, conta Loker.
Loker ainda ressalta o grande propósito de seu ministério: “Nós não construímos edifícios, não fazemos Escola Bíblica de Férias, mas deixamos as Escrituras nas mãos de pessoas que irão estudar e compreender a Palavra de Deus”.
Para aqueles que não podem explorar o campo missionário, Loker pede apoio em oração. “Ore por corações abertos, ore pelos que estão sendo perseguidos e ore para que Deus levante fundos para fornecer as Bíblias em áudio”.

Com informações cpad

Milagre de Deus impressiona médicos preparados para fazer a cirurgia

O que ocorreu com um homem de Sheffield deixou os médicos desconcertado depois de uma cura milagrosa de um enorme tumor em seu rosto, segundo informou Charisma News.
Ken Gorman sofreu com uma dor insuportável depois que um pequeno nódulo, foi descoberto no final de maio de 2013, cresceu cada vez mais. Os médicos preescreveram comprimidos para a dor e o enviaram ao Hospital Geral de Rotherham para uma pesquisa, onde uma ressonância magnética encontrou três tumores, envolto ao nervo central de sua face.
A cirurgia foi programada para o início de julho. Entretanto ele soube de uma reunião de cura que seria realizada na cidade de Hull, dirigida pelo evangelista Nathan Morris, mais lhe disseram que não havia nenhuma possibilidade de conseguir lugar para participar.
Sua esposa Annie publicou uma mensagem no Twitter sobre a necessidade de orar pelo seu esposo, e então decidiram ir de todas as formas, com Annie dirigindo enquanto Ken estava sofrendo muito.
E graças a uma resposta através do Twitter, encontraram assentos na terceira fileira.
“Parecia que havia centenas de pessoas querendo oração”, recordou Ken. “Mas eventualmente um amigo me ajudou a chegar até a frente.”
“Nos dez dias seguintes, o enorme inchado em meu rosto havia desaparecido, toda dor também havia sumido e eu estava sem tomar a medicação, a cirurgia foi cancelada até que me encontrei com o médico cirurgião.”
“Depois de outros exames,, foi constatado que os tumores haviam desaparecidos sem deixar vestígios e a operação foi definitivamente cancelada. O cirurgião e as enfermeiras ficaram sem palavras quando lhes disse como fui curado. Fui chamado para um outro check-up anual desde então, e não existe nenhum sinal de tumor. Aleluia, Glória Deus!”.
Ken explica que durante seu período de cura, não somente se baseou na oração do evangelista, mas também em sua fé pessoal.
“Lembrei-me de uma mensagem de domingo sobre como Jesus nos disse que ‘falássemos com a montanha’ orando por situações aparentemente impossíveis (Marcos 11,22-24) e, como este foi certamente era minha ‘montanha’, comecei a mergulhar nas promessas de Deus, quando eu estava em pé em frente ao espelho todos os dias eu falava com a minha montanha em nome de Jesus “.
Com informações Padom

10/07/2017

Projeto evangeliza presos por meio de cartas

Um projeto desenvolvido no estado do Rio de Janeiro tem levado a fé cristã a presídios. Apresentado pela missionária Márcia Mendes na Primeira Igreja Batista localizada no bairro Jardim Tropical em Belford Roxo no final do mês de junho, o Grão de Mostarda evangeliza presos por meio de cartas.
De acordo com informações divulgadas pelo Missões Mundiais, o pastor e a igreja que frequentam decidiram abraçar o projeto, que será implantado e posto em execução em breve. Segundo eles, quatro pessoas já se ofereceram para escrever cartas.
O projeto surgiu no mês de maio de 2015, e tem como proposta levar correspondências à presos de todo o país. O conteúdo dos textos conterá apoio espiritual, aconselhamento, estudos bíblicos e também o envio de materiais didáticos para os estudos.

“Oramos para que Deus levante mais igrejas com o desejo de servirem na Capelania Prisional através desse lindo trabalho evangelístico. Se você é cristão e mora no estado do Rio de Janeiro, participe conosco desse projeto”, disseram os organizadores, que precisam de voluntários para a execução do plano.

Com informações gospel prime