16/09/2015

Do funk ao eletrônico: artistas dão nova cara à música gospel


DJ Matheys Lazaretti, André e Felipe, Megafone, Ton Carfi e Marcela Tais dão nova cara à música gospelNão é de hoje que a indústria musical gospel está aberta a novos artistas e gêneros. Seja no funk de Tonzão, ex-integrante do grupo Os Hawaianos, na música eletrônica do DJ Matheus Lazaretti, de apenas 17 anos, ou no rock com pegada hard core do Adorelle, a cena do gospel tem produzido discos cada vez mais diversificados e abraçado um público cada vez mais abrangente.

Com clipes bem dirigidos, letras de adoração menos óbvias e aposta na estética jovem que faz sucesso no mercado secular (termo muito utilizado nas igrejas para determinar o mercado fora delas), esses artistas têm chegado a um público até então distante da igreja. Eles não vendem tantos discos quanto Aline Barros (na casa dos 7 milhões de cópias vendidas), mas tem movimentado milhares de curtidas nas redes sociais. 
Muitos deles já têm anos de estrada, mas tem moldado, a cada trabalho, a nova cara da música gospel contemporânea.
Divulgação
 Adorelle
Hard core/indie rock
Para ouvir: "Tem Que Vigiar"
Na estrada desde 2008, os catarinenses do Adorelle (junção de 'adore' e 'ele') começaram nos fundos de uma igreja, mas desenvolveram uma identidade própria. A pegada aqui é levar o rock n' roll, com inspiração no hard core, ao louvor, sem abrir mão de letras espertas, visual jovem e belos videoclipes.

Divulgação

DJ Matheus Lazaretti
Eletrônico
Para ouvir: "Sei Como é Bom"
O gospel também tem seu David Guetta. Aos 17 anos, Matheus transformou o louvor em pista de dança e tem batido cartão em festas, eventos e festivais dedicados ao gospel. O público jovem deu aval ao garoto com o disco "Santidade Minha Balada".
Divulgação


Tonzão
Funk
Para ouvir: "Passinho do Abençoado"
Tonzão Chagas pode ter deixado o mercado secular, mas não abandonou o funk. O cantor deixou Os Hawaianos em 2011, quando o grupo carioca estava estourado com "Vem Kikando". Após se converter à Assembleia de Deus dos Últimos Dias, desistiu do secular, mas continua a embalar seus batidão.

Nenhum comentário:

Postar um comentário