02/11/2015

Cristãos indígenas expulsos de suas tribos são encorajados

O ministério Portas Abertas realizou um treinamento para cristãos colombianos indígenas em Huila, na Colômbia, para instruí-los na fé.
Mais de 1.200 pessoas participaram desse encontro que durou três dias, durante esse período eles participaram de ministrações e conheceram mais sobre o cristianismo.
As crianças tiveram uma programação exclusiva e também aprenderam histórias bíblicas.
As mulheres foram ensinadas com base na história de Rute, que começou uma nova vida ao decidir morar em outras terras. Os homens também tiveram um ensinamento especial e foram ensinados a seguir o exemplo de Cristo para desempenhar um bom papel em família. E os jovens foram desafiados a enfrentar com coração a perseguição.
Os cristãos que fazem parte desse encontro são indígenas que foram afastados de suas tribos porque aceitaram a Cristo, até mesmo as crianças foram expulsas por conta da nova crença de seus pais.
Apesar disso, os indígenas tiveram três dias de alegria e emoção durante o encontro que veio como um descanso e refrigério para essas pessoas que tanto sofreram perseguição.
“O encontro é uma ótima oportunidade de fortalecer os irmãos, e também uma ocasião para interagirem uns com os outros. Dentro da cultura nasa o cristianismo não é bem aceito, mas os novos convertidos foram encorajados a perseverar na fé em Jesus, apesar das dificuldades”, explicou um analista da Portas Abertas.

Nenhum comentário:

Postar um comentário