14/03/2016

Jennifer Garner espera que "Milagres do Paraíso" inspire as pessoas a examinarem sua fé

Atualmente, a popular atriz Jennifer Garner está promovendo seu próximo filme, “Milagres do Paraíso”. Mais conhecida por seu trabalho em "Alias", "De repente 30” e "O Demolidor", ela comentou que espera que o inspirador filme leve as pessoas a examinar sua fé e crenças .

"Eu acho que temos que trazer um pouco de positividade de volta ao mundo. É necessário se concentrar no que está errado e em como podemos corrigir isso, mas também é tão incrivelmente importante ver a beleza que está ao nosso redor o tempo todo", disse Garner disse ao site americano “The Christian Post” sobre o filme da Sony Pictures Entertainment. "Podemos observar a importância dos menores milagres que acontecem ao nosso redor todos os dias".

"Milagres do Paraíso" conta a história da vida real da garotinha Anna (Kylie Rogers) de apenas 12 anos, que é a filha de Christy Beam (Garner). Anna está sofrendo de um distúrbio da motilidade (pseudo-obstrução) e é incapaz de comer, por isso usa tubos de alimentação para a nutrição. Um dia, ela tem uma experiência de quase-morte depois de cair de uma árvore e é curada de sua desordem - um milagre de acordo com a família Beam e sua fé cristã.

Em Dallas, a família Beam, Garner, e produtor Devon Franklin se juntaram ao culto na “The Potter's House”, fundada por T. D. Jakes. Durante o culto, Jakes, que também serve como um produtor do filme, convidou Garner no palco para falar à congregação. A mãe de três filhos falou muito de Christy e revelou que interpretar ela na telona a fez mais forte.

"Christy é uma mulher tão forte e ela tem sido provada pelo fogo. Não há dificuldade maior como ter um filho que está doente, que está sofrendo e este papel me mudou porque me deu um senso de perspectiva, que eu estava fingindo e que ela passou por algo real e as pessoas ainda estão passando", Garner explicou.

"Foi uma constante e ficou comigo como um lembrete constante. Além disso, a força e o acerto do amor de uma mãe que às vezes esse amor materno é tudo que o médico pode receitar", disse.
"Eu vou ficar tão emocionada se esse filme levantar o coração das pessoas dessa maneira, quando pede alguém para re-examinar sua própria fé e as suas próprias crenças. Eu não consigo pensar em nada melhor", relatou a atriz.

"Eu acho que em um nível básico, mesmo se você é alguém que vai ver o filme só porque o é mais um longa que você quer ver e está aberto no momento, você deve caminhar pela sensação inspirada e você deve andar com um sentimento de esperança. você deve sair lembrando sobre o quanto você recebe de sua família e da comunidade". guiame

Nenhum comentário:

Postar um comentário