07/02/2018

Diante do Trono comemora 20 anos de ministério

Na última quarta-feira (31) o Ministério de Louvor Diante do Trono celebrou 20 anos de sua primeira gravação. O primeiro CD, que leva o nome do grupo, foi gravado no dia 31 de janeiro de 1998 na própria Igreja Batista da Lagoinha.

O objetivo da gravação era arrecadar fundos para ajudar em um projeto missionário, por meio da venda dos discos. No ano seguinte, em 1999, o grupo gravou o álbum Exaltado, com a presença de 7 mil pessoas na sede da Lagoinha.



No ano 2000, um dos discos mais lembrados, Águas Purificadoras, foi gravado Parque da Gameleira, em Belo Horizonte (MG), na presença de 70 mil pessoas, sendo a primeira gravação fora do templo. O disco tem canções como “Tempo de Festa” e “A Vitória da Cruz”.

O ano de 2001 foi marcante para o grupo, com a gravação do disco mais conhecido, “Preciso de Ti”. O álbum foi gravado no estádio Mineirão, em BH. Mais de 210 mil pessoas louvaram ao Senhor naquela noite. Canções como “Coração Igual ao Teu” e “Em Teus Átrios” marcaram a Igreja brasileira.

Saindo de BH e indo para Brasília, o grupo registrou o álbum “Nos Braços do Pai”, em 2002. Os brasileiros ali reunidos clamarem juntos II Crônicas 7:14. Já em 2003, uma mudança marca o som do Diante do Trono. Surge uma música mais pop com o disco “Quero Me Apaixonar”, gravado em São Paulo  reunindo 2 milhões de pessoas, no Aeroporto Campo de Marte.



O sucesso do Diante do Trono segue crescendo com o propósito de abençoar projetos missionários pelo mundo. Os anos seguintes trouxeram preciosidades como “Esperança” (2004), gravado em Salvador, “Ainda Existe Uma Cruz” (2005) gravado às margens do rio Guaiuba, em Porto Alegre (RS).

Um ano de Copa do Mundo, 2006 marcou o registro de “Por Amor de Ti, oh Brasil”, com canções proféticas sobre a nação brasileira, gravado em Belém do Pará. Em 2007, o encerramento de um ciclo. O Diante do Trono gravou o até hoje aclamado “Príncipe da Paz”, uma verdadeira obra prima da música cristã nacional. O disco foi gravado no Rio de Janeiro, onde foi profetizado a morte do carnaval.

Abrindo um novo tempo no ministério, o grupo seguiu com os discos “A Canção do Amor” (2008), “Tua Visão (2009), “Aleluia” (2010), “Sol da Justiça” (2011), “Creio” (2012), “Renovo” (2013), Tu Reinas (2014), “Tetelestai” (2015), “Imersão” (2016) e “Deserto de Revelação” (2017).




O CD/DVD “Tetelestai” foi o primeiro trabalho gravado fora do país. A gravação ocorreu em vários lugares históricos de Israel como o Mar Morto, Mar da Galileia, Rio Jordão, e Jerusalém. O projeto mais recente é o álbum “Deserto de Revelação”, gravado em julho de 2017, na Jordânia e em Israel.

Em duas décadas, foram mais de vinte álbuns ao vivo, nove álbuns infantis e quatro álbuns de estúdio. O primeiro álbum do DT foi “Diante do Trono”, gravado em 1998, na Igreja Batista da Lagoinha (IBL), em Belo Horizonte (MG).








Com informações site do ministério diante do trono




Nenhum comentário:

Postar um comentário